Ao Vivo
 
 
Siga ao vivo

Notícias

PR se integra ao projeto de Documento Nacional de Identificação

PR se integra ao projeto de Documento Nacional de Identificação

O Governo do Paraná e o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) vão integrar suas bases de dados biográficos e biométricos para validação de identificação dos cidadãos e emissão de carteiras de identidade. O acordo de cooperação foi assinado nesta terça-feira (14), em Brasília, pelo governador Beto Richa, o presidente do TSE, Gilmar Mendes; o presidente do Tribunal Regional Eleitoral do Paraná, desembargador Adalberto Jorge Xisto Pereira, e o presidente do Tribunal de Justiça do Paraná, desembargador Renato Braga Bettega. A conselheira do Conselho Nacional de Justiça, Maria Tereza Uille Gomes, participou da solenidade.   Com isso, o Paraná passa a integrar o projeto de criação do Documento Nacional de Identificação (DNI), que unifica RG e CPF em um único número. A partir da formalização da cooperação, o Governo do Paraná se compromete a repassar as informações dos cidadãos para a Identificação Civil Nacional (CNI), banco de dados criado pelo presidente Michel Temer, no início deste ano, que vai reunir as informações necessárias para a confecção do novo documento. A base de dados nacional é gerida pelo TSE. “Estamos dando um grande passo para o projeto nacional de identificação civil, facilitando a vida do cidadão, que terá apenas um número para ter acesso aos serviços públicos”, disse Richa. “A medida também vai ajudar a reduzir fraudes, já que evita que o mesmo cidadão tenha vários documentos de identidade”, complementou ele.   Para o ministro Gilmar Mendes, o acordo de cooperação significa um importante passo rumo ao estabelecimento de um e-government no Brasil, no qual a prestação de importantes serviços públicos possa ser feita por meio virtual. “Como se sabe, o uso de ferramentas digitais representa hoje um novo paradigma na prestação de serviços públicos e confere maior segurança ao registro e ao acesso de informações dos cidadãos. Por isso é que o emprego de tecnologias biométricas está sendo ampliado nas diversas esferas governamentais. A uniformização dos cadastros tem permitido a remoção de duplicidades e a correção de erros de registro”, disse.   ACESSO - O acordo de cooperação técnica permitirá ao TSE acesso aos dados biométricos mantidos pelo Governo do Paraná. Os dados foram colhidos por meio de emissão do registro de identificação civil e da emissão da carteira de habilitação. O acordo também viabilizará ao Estado do Paraná o acesso aos serviços ofertados pelo TSE de autenticação biométrica, consultas à base do cadastro de eleitores e de consulta à lista de validação e coincidências biométricas.   PRÓXIMOS PASSOS -O Tribunal Regional Eleitoral do Paraná (TRE-PR) vai articular a transferência dos paranaenses junto ao Instituto de Identificação do Paraná e o Departamento Estadual de Trânsito do Paraná (Detran-PR) e repassar ao TSE. “Criaremos um grupo de trabalho técnico para dar continuidade ao processo, para que possamos iniciar a verificação de dados dos registros de identificação de todos os paranaenses”, explicou o secretário de Justiça, Trabalho e Direitos Humanos, Artagão Júnior, que também integra o grupo do projeto. Assinam o acordo de cooperação, também, os secretários de Estado de Segurança Pública e Administração Penitenciária, Wagner Mesquita; o secretário de Estado da Justiça, Trabalho e Direitos Humanos, Artagão Júnior; o diretor do Instituto de Identificação do Paraná, Marcus Vinicius Michelotto; o diretor da Celepar, Jacson Carvalho Leite; e o diretor-geral do Departamento de Trânsito do Paraná, Marcos Elias Traad da Silva.
Nova estrutura quer garantir turismo e preservação do Salto São João, em Prudentópolis

Nova estrutura quer garantir turismo e preservação do Salto São João, em Prudentópolis

Uma beleza natural da região que agora tem toda infra-estrutura para receber visitantes. Foi inaugurado na manhã de hoje (17), em Prudentópolis, o Monumento Natural do Salto São João. Um conjunto de obras de infra-estrutura que permite a exploração do turismo em uma das mais belas quedas d'água da região. A obra foi realizada com investimento de R$ 2,8 milhões do Governo do Estado. Estiveram presentes na cerimônia o governador do estado, Beto Richa (PSDB), o presidente da Assembleia Legislativa, Ademar Traiano (PDSB), o prefeito de Prudentópolis, Adelmo Klosowski (PDSB), além de vários prefeitos e autoridades da região. O evento contou com a apresentação de dança típica ucraniana do grupo Vessalka. “Prudentópolis tem mais de cem cachoeiras catalogadas e temos que aproveitar essas belezas naturais para que sejam contempladas por todos, ampliar o turismo, que gera riqueza e empregos, mas acima de tudo, as pessoas quando visitam, quando conhecem, ajudam a preservar a natureza”, destacou o governador Beto Richa. O presidentes do IAP, Luiz Tarcísio Mossato Pinto, ressaltou que a estrutura conta com espaço para vigias e pesquisadores. “Fizemos uma estrutura toda nova para receber pesquisadores, para que possam vir estudar as espécies da fauna e flora que a gente tem. Essa estrutura vai estar aberta para as universidades”. Estrutura A inauguração do Monumento, que fica 22 km distantes do centro de Prudentópolis, viabiliza a visitação no local, que está inserido em uma rota de várias cachoeiras. O Salto São João, cachoeira de 84 metros de altura, não contava com estrutura de acesso e visitação. O local possui estacionamento com capacidade para 54 veículos leves e quatro ônibus. Um centro de visitantes de 453m² , com anfiteatro, banheiros, lanchonete e espaço para comércio. Serão dois mirantes, um próximo ao centro de visitantes e outro ao lado da cachoeira. Os turistas poderão se deslocar de um mirante ao outro através de uma trilha de 1400 metros que contará com uma ponte pênsil. A casa da guarda, local de 341 m², servirá para abrigar vigias e pesquisadores do Instituto Ambiental do Paraná (IAP). Gestão A gestão da Unidade será compartilhada. O Instituto Ambiental do Paraná – IAP fará a gestão ambiental e a Prefeitura de Prudentópolis a gestão de visitação para o desenvolvimento da atividade turística na Unidade de Conservação Monumento Natural do Salto São João.     Fonte: Cultura FM - Guarapuava PR