Ao Vivo
 
 
Siga ao vivo

Cultura

Diocese de Jacarezinho: Indulgências no Santuário Mariano em Tomazina

Diocese de Jacarezinho: Indulgências no Santuário Mariano em Tomazina

O Papa Francisco instituiu este ano de 2017 como o Ano Mariano em Portugal, por causa dos 100 anos das aparições de Nossa Senhora em Fátima, e no Brasil, por causa dos 300 anos do encontro da Imagem de Nossa Senhora da Conceição Aparecida. A Igreja no Brasil está se organizando para melhor celebrar esse Ano Mariano realizando eventos, peregrinações, retiros e outras atividades que fomentam a fé e o amor a Virgem Maria. Na Diocese de Jacarezinho, além das diversas paróquias marianas, os fiéis têm a oportunidade de demonstrar seu carinho a Mãe de Deus realizando visitas aos santuários marianos presentes na Diocese. Um desses santuários é o Santuário Diocesano de Nossa Senhora da Conceição Aparecida e de Santo Inocêncio que está na Cidade de Tomazina. Conforme um decreto da Penitenciaria Apostólica, um dos três tribunais da Cúria Romana, do dia 08 de novembro de 2016, todos os fiéis que procurarem as Igreja Paroquiais e os Santuários dedicados a Nossa Senhora Aparecida, estando devidamente preparados, isto é, tendo feito uma boa confissão, participado da Santa Missa, rezado pelo Papa, recebem indulgência plenária. Mas o que é indulgência? Segundo o número 1471 do Catecismo da Igreja Católica (CaIc), a “doutrina e a prática das indulgências na Igreja estão estreitamente ligadas aos efeitos do sacramento da Penitência. A indulgência é a remissão, diante de Deus, da pena temporal devida pelos pecados já perdoados quanto à culpa, (remissão) que o fiel bem-disposto obtém, em condições determinadas, pela intervenção da Igreja que, como dispensadora da redenção, distribui e aplica por sua autoridade o tesouro das satisfações (isto é, dos méritos) de Cristo e dos santos.” No Sacramento da Confissão, os pecados são perdoados, mas ainda permanece na alma do fiel as penas temporais, isto é, consequências do pecado, como se fossem manchas dos pecados que ficam na alma. Conforme a Doutrina da Igreja, as penas temporais são apagas pelas penitências que as pessoas realizam aqui nesta vida, no Purgatório ou através das indulgências lucradas. Existem as indulgências parciais, que redimem parte da culpa, e as plenárias, que apagam totalmente as penas temporais, isso depende das disposições e da preparação de cada fi el. Todos os fiéis podem adquirir indulgências para si mesmos ou aplicá-las aos fiéis defuntos.  As indulgências são os meios de a Igreja distribuir os méritos das penitências para os irmãos que, ainda sob o influxo do pecado, lutam para continuar firmes no caminho do Senhor. Assim como o cristão pode receber o auxílio dos méritos de outros cristãos para alcançar a santidade, cada fiel pode oferecer o seu sacrifício para ajudar um irmão a também sair vencedor na luta contra o pecado. Nessa perspectiva, o Santuário Diocesano de Nossa Senhora da Conceição Aparecida e Santo Inocêncio em Tomazina é considerado o local privilegiado para os fiéis da Diocese de Jacarezinho e de todos aqueles que desejarem receber as graças das indulgências, principalmente nesse mês de maio que é considerado o mês mariano.  Os padres que trabalham na pastoral do Santuário de Tomazina, Padre Pedro Claudino Nunes, Pároco e Reitor, e o Padre Marcelo Gonçalves Mendes, Vigário Paroquial, e os fiéis tomasinenses convidam a todos para organizarem suas romarias e visitarem o Santuário que é considerado uma das Igrejas mais belas do Paraná. Para melhor organização dos peregrinos, as Missas dos finais de semana são: aos sábados, 19h30 e aos domingos, 9h e 19h30. Além dessas, há Santa Missa com novena à Nossa Senhora do Perpétuo Socorro toda quarta-feira, às 15h; toda primeira sexta-feira de cada mês, às 19h30.  Também, o Santuário organiza uma programação especial todo dia 9 de cada mês. Independentemente do dia da semana que caia, aos dias 9 há três horários de Santa Missa, isto é, 10h, 15h e 19h30. Para melhor acolhimento dos romeiros e dos próprios tomazinenses, há venda de pastéis, refrigerantes e outros alimentos.    Fonte: Infoigrejaemsaída
Candidatos ao Conselho Estadual da Cultura devem se inscrever até sexta-feira

Candidatos ao Conselho Estadual da Cultura devem se inscrever até sexta-feira

Os delegados-candidatos indicados pelas macrorregiões e pelas entidades representativas das áreas artístico-culturais para concorrer a uma das vagas destinadas aos representantes da sociedade civil no Conselho Estadual da Cultura (Consec), devem efetuar a inscrição no período de 9 a 12 de maio para efetivar sua candidatura. A Eleição dos novos membros acontecerá em Conferência Estadual que acontece nas oito macrorregiões histórico-culturais do Estado, de 27 de maio a 11 de junho. O decreto, o regulamento e a ficha de inscrição estão disponíveis em  www.cultura.pr.gov.br. Serão escolhidos os conselheiros titulares e respectivos suplentes, representantes das oito regiões histórico-culturais definidas no Decreto n.º 6161/2012, e os representantes das 10 áreas artístico-culturais: artes visuais; audiovisual; circo; ópera; teatro; dança; música; literatura, livro e leitura; patrimônio cultural material e imaterial; e manifestações populares, tradicionais e étnicas da cultura. Para concorrer a uma vaga no Consec os candidatos devem ser maiores de 18 anos, comprovar residência no Estado e estar inscritos no cadastro de agentes culturais do Paraná, como Pessoa Física (www.sic.cultura.pr.gov.br). Os candidatos das áreas culturais também devem pertencer à entidade representativa da área em que optou por se candidatar. Ocupantes de cargo em comissão na administração municipal, estadual ou federal não podem se candidatar.   INDICADOS - Como etapa prévia da Conferência Estadual, os municípios escolheram seus delegados-candidatos por meio de encontros, reuniões, assembleias, conferências municipais ou intermunicipais e enviaram os nomes dos indicados por macrorregião. Para a eleição dos representantes das áreas artístico-culturais, foram habilitadas entidades representativas que fizeram o cadastramento para indicar os candidatos. A lista das entidades habilitadas está disponível no site da Secretaria de Estado da Cultura.   ELEITORES - Para votar nos candidatos, os eleitores devem ter idade mínima de 16 anos e também precisam fazer inscrição prévia até 19 de maio. O formulário está disponível no site www.cultura.pr.gov.br.