Aparecida, 18 de abril de 2018

Pronunciamento dos Bispos do Regional Sul 2

Nós, Bispos e Administradores Diocesanos do Paraná, reunidos em Aparecida (SP) para a 56ª Assembleia Geral da CNBB, queremos manifestar aos párocos, aos administradores e vigários paroquiais, a todos os sacerdotes e diáconos, bem como a todos os Conselhos de Pastoral das comunidades e Conselhos de Assuntos Econômicos, a nossa firme decisão referente à exclusão por completo da venda de bebidas alcoólicas em nossas festas de padroeiros e quaisquer eventos da Igreja.

A missão da Igreja é evangelizar! Queremos que nossas comunidades se tornem cada vez mais evangelizadoras e, por isso, reiteramos veementemente a aplicação dessa norma, mesmo compreendendo as dificuldades culturais de algumas regiões de nosso Estado em colocá-la em prática. É sabido que o álcool é uma das substâncias mais ameaçadoras aos jovens e, consequentemente, às famílias, além de ser uma porta de entrada para drogas ilícitas.

O consumo descontrolado de bebidas alcoólicas desencadeia, com grande frequência, conflitos e até atos de violência, em direção claramente oposta ao que a Igreja no Brasil propôs com a Campanha da Fraternidade deste ano: a superação da violência. Além do mais, o consumo de álcool em promoções de Igreja representa um grande contratestemunho perante a sociedade .

Assim, tendo já nos manifestado a respeito desse tema em 2014 e também em 2016, agora reafirmamos nosso compromisso com o Evangelho de Jesus Cristo, que pede vida e vida em abundância (cf. Jo 10,10): tenhamos coragem de dar esse passo! Temos plena convicção que a graça e a generosidade de Deus não tardarão a se manifestar!

Experiências já difundidas por muitas comunidades da Igreja do Paraná asseguram bons resultados na vida comunitária e financeira fazendo crescer a consciência do dízimo, como forma bíblica para manutenção de nossas comunidades. Que Nossa Senhora do Rocio, Rainha e Padroeira do Paraná nos cubra com seu manto de amor e nos ajude sermos fiéis ao que seu Filho deseja de nós. 

 

CLIQUE AQUI PARA ABRIR O DOCUMENTO EM PDF.